WellCareMedicalCentre.com

Dicas para uma imagem saudável Páscoa

Dove, ovos. de chocolate, carnes e primeiros pratos elaborados: como a tradição dita, a Páscoa e a Páscoa na segunda-feira são uma celebração de sabores e pratos para celebrar com amigos e familiares. Muitas vezes, no entanto, o menu inclui refeições saudáveis ​​e rica em gordura e afetados são principalmente o estômago e intestinos, sem considerar que colocar uma pressão sobre até mesmo a forma física.

acidez, estômago pesado e indigestão são as perturbações mais frequentes . Portanto, tenha cuidado para não exagerar. Comer bem e com bom gosto, saboreando os sabores da tradição, não significa necessariamente exagerar. Mesmo rápido após grandes farras culpa cúmplice, pode ser muito perigoso para a sua saúde:. Comer grande alternando com reduções drásticas na ingestão de calorias sofrem estresse nosso trato gastrointestinal

A palavra é, portanto, , saldo Com moderação e sem muitos sacrifícios, você pode desfrutar dos prazeres da mesa e as guloseimas de Páscoa

As dicas Assosalute para celebrar a Páscoa

Para a ocasião Assosalute -. Associação Nacional de drogas auto-medicação - lançou 10 dicas . para celebrar na empresa, sem surpresas desagradáveis ​​para o estômago e intestinos

  1. Nunca exagere na quantidade:. se você se sentir saciado, seria bom para evitar novas tentações como bolos e frutas, especialmente se a refeição era muito recheio
  2. Não coma suas refeições muito rapidamente: comer com velocidade pode causar inchaço e aerofagia. Pelo contrário, no entanto, mastigar bem promove a digestão
  3. Não ao excesso de sal: muito sal, como sabemos, não é recomendado em uma dieta adequada porque pode causar um aumento na pressão sanguínea. Além disso, torna o processo digestivo mais difícil
  4. Não exceda com álcool: um copo de vinho é bom para sua saúde. O vermelho em particular, graças às suas propriedades, age no sistema cardiovascular e o protege. Mas o importante não é exagerar no consumo. Muito álcool, especialmente durante um almoço saudável como o das férias da Páscoa, pode promover a azia e refluxo ácido
  5. Cuidado com os condimentos:. são aconselhados a evitar coberturas tais como creme, molho branco e manteiga que dificulta o estômago e fazer alimentos particularmente ricos em gordura. O ideal é preparar molhos usando menos tempero, talvez substituindo o creme com queijo cottage ou iogurte e usando alimentos mais saudáveis, como peixe e legumes
  6. Não comer muito frito:. o consumo excessivo de alimentos fritos submeter o corpo ao estresse excessivo e aumenta a produção de radicais livres, entre os principais responsáveis ​​pelo envelhecimento e toxinas que se acumulam no intestino. O resultado? . Flatulência, obstipação e diarreia, por vezes, com sobrecarga hepática
  7. Limite alimentos picantes: especiarias pode ser um suplemento nutricional valiosa que, além de dar mais sabor aos alimentos, têm muitas propriedades benéficas e terapêuticos. Como todas as coisas, no entanto, o excesso se torna prejudicial. . Em pessoas propensas a doenças como a síndrome do intestino irritável, comer grandes quantidades de pimenta e pode aumentar o risco de problemas do trato gastrointestinal
  8. Não bebo muito café: cafeína pode ter um impacto negativo sobre a pressão arterial, bem como promover o refluxo ácido, especialmente após um almoço rico. Portanto, é preferível substituir o café por infusões e infusões que favorecem a digestão
  9. Escolher o chocolate amargo: na Páscoa, você não pode perder os ovos de chocolate e chocolate na mesa. Atenção, no entanto, para calorias. Melhor tomar apenas uma fatia fina de uma pomba, enquanto que, no que diz respeito ao chocolate, você deve escolher especialmente no escuro, isso é bom humor e desempenha um importante antioxidante.
  10. Atividade física: uma simples caminhada, mesmo de bicicleta, após o almoço promove a digestão e ajuda a consumir as calorias ingeridas em excesso. Fazer alguma atividade física saudável continua sendo a melhor arma para recuperar seu bem-estar diário.
Veja Também